domingo, 29 de março de 2009

AMOR....PAULINA CHIZIANE


" Amor. Tão pequena, esta palavra. Palavra bela, preciosa.Sentimento forte e inacessível.Quatro letras apenas, gerando todos os sentimentos do mundo. As mulheres falam de amor. Os homens falam de amor.Amor que vai, amor que vem, que foge, que se esconde, que se procura, que se encontra, que se preza, que se despreza, que causa ódios e acende guerras sem fim. No amor, as mulheres são um exército derrotado, é preciso chorar. Depor as armas e aceitar a solidão.Escrever poemas e cantar ao vento para espantar as mágoas. O amor é fugaz como a gota de água na palma da mão."


CHIZIANE, Paulina.Niketche: uma história de poligamia. Companhia das Letras, 2004.pág.13.



***Li Niketche não lembro o ano, mas foi por indicação do Allan da Rosa, ele me contou deste livro, quando se mudava do Crusp,eu sou muito curiosa sobre literatura de origem africana, este é de Moçambique e também tenho interesse por literatura escrita por mulheres negras, peguei emprestado do Centro Cultural Vergueiro, até hoje não consegui comprar o meu exemplar. Mas este livro, me trouxe várias reflexões sobre o Amor, relacionamento, poligamia, liberdade individual, a mulher e suas diversas versões e refrões...Não vou contar uma sinopse, mas é bom saber um pouquinho até para ser uma indicação de leitura...leia aqui



Um comentário:

Sarau da Brasa disse...

Amor que nunca acaba,é como um barco so muda de porto.
Louco seu blog ainda não conhecia,parabéns.

Vagner Souza - Poesia na Brasa

Vagner_rev@yahoo.com.br