quinta-feira, 5 de março de 2009

Mulher Moderna tem Cúmplice - Novo livro da Claudia Canto

Mulher moderna tem cúmplice

Sorriso alegre, palavras cortantes
Proximidade um tanto distante
Promessas de preencher o vazio
Talvez um oceano no rio

Dois cubos de gelo no vinho
Carinhos quentes e beijos frios
Amor que borra a maquiagem
Não deseje nem de passagem
Se espanca, merece tranca.

Além de competência, advogado e promotor
Mulher moderna tem cúmplice
Inteligência e bom humor.

Elizandra Souza, 23 de agosto de 2008.

**Este poema fiz para a apresentação do livro " Mulher Moderna tem cúmplice, Claudia Canto. No qual, o lançamento será no dia 10/03. Confira programação:

http://www.acaoeducativa.org.br/agendadaperiferia/perifanocentro.html

Um comentário:

WILSÃO NEGREDO E RENATO VITAL A CORRENTE FORTE DO GUETO disse...

O blog tá lindo que nem você. Abraços e´parabéns.