quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Em legitíma defesa - De Elizandra Souza


Só estou avisando, vai mudar o placar....

Já estou vendo nos varais os testículos dos homens,

que não sabem se comportarem

Lembra da Cabeleireira que mataram, outro dia,

... E as pilhas de denuncias não atendidas?

Que a notícia virou novela e impunidade

É mulher morta nos quatro cantos da cidade...



Só estou avisando, vai mudar o placar...

A manchete de amanhã terá uma mulher,

de cabeça erguida, dizendo:

- Matei! E não me arrependo!

Quando o apresentador questiona – lá

ela simplesmente retocará a maquiagem.

Não quer esta feia quando a câmera retornar

e focar em seus olhos, em seus lábios...



Só estou avisando, vai mudar o placar...

Se a justiça é cega, o rasgo na retina pode ser acidental

Afinal, jogar um carro na represa deve ser normal...

Jogar a carne para os cachorros procedimento casual...



Só estou avisando, vai mudar o placar...

Dizem, que mulher sabe vingar

Talvez ela não mate com as mãos, mas mande trucidar..

Talvez ela não atire, mas sabe como envenenar...

Talvez ela não arranque os olhos, mas sabe como cegar...



Só estou avisando, vai mudar o placar...

2 comentários:

Leandro Quirino disse...

FODA!

To postando no nosso blog, ok?

Axé.

fran disse...

Muito FODA!
Escutei este poema num sarau semana passada! De arrepiar!